Minetta Tavern: a wonderful time em Nova York!

(9 de outubro de 2011)

Bookmark and Share

Sorry, great table are impossible to do a reservation before one month”! (“As Grandes mesas são impossíveis de se reservar antes de um mês de antecedência”)!

Foi essa frase que ouvi do concierge do meu hotel, do alto da racionalidade “quase arrogante” dos americanos, após ter perdido a minha reserva no Minetta Tavern na noite anterior. Isso foi a senha que faltava para atiçar ainda mais a minha vontade de ir jantar lá. O verbo desistir não está conjugado no meu dicionário… Não sou de desistir fácil de nada, ainda mais quando provocada…

Pois bem, peguei euzinha mesma o telefone e liguei para lá explicando e tal tal e, goool!! Consegui a reserva para o mesmo dia!!!  Bem verdade que, para as 23:oo horas, mas quem se importa? A simpatia e solicitude do atendente foi cativante e acho que foi a partir daí que aquela noite memorável teve seu início…

Não sem antes, ao chegarmos no local, pensar: que buraco é esse que vim parar? Uma rua esquisita, os bares do lado idem, um letreiro neon um tanto quanto… hum! Tudo tipo!… Quando você entra no recinto,  surprééééhhhsa! Um oásis fervilhando e bombando de gente bonita, antenada! Quando cheguei ao Brasil, constatei numa entrevista de Michel Kors (si, si, si, o mago dos relógios febre-do-momento) para o Luxury Culture, que o Minetta estava na sua lista de restaurantes preferidos em Nova York!

Ficamos um tempo no bar (super-lotado-e-concorrido!) aguardando a nossa mesa, o suficiente para constatar: AQUI É O LUGAR!!! E para imergir naquele ambiente cênico, cuidadosamente concebido para nos remeter, de forma turbinada, aos anos 30, que transporta inegavelmente à Paris de Heningway e amigos…, recentemente contada por Woody Allen no tão aclamado Meia Noite em Paris

Infelizmente, quando fui tirar a foto do bar, a hostess me proibiu…  Por isso, peguei essas aí do próprio site, só para vocês terem uma ideia… Só não dá para ver que tava bombando né, porque tava mesmo!!!…

Crédito: Minetta Tavern

Esse sim tem a assinatura do genial Keith McNally que, leia-se, detém a insígnia de outros maga-sucessos blockbusters, como Balthazar, Pastis, Pulino`s, Morandi… Além disso, o tom da cozinha parisiense a essa fantástica steakhouse novaiorquina vem do expertise e das as mãos dos Executive Chefs Lee Hanson and Riad Nasr (ex-Daniel…). Uma perfeita conjugação da sofisticada cozinha informal…

Bem, ao sentarmos em nossa mesa, íamos nos animando em pedir o super-famoso e enorme tutano de boi (de verdade mesmo, com aquela gordurinha… para colocar numa torradinha) que vimos desfilar na nossa frente para cima e para baixo. Mas, enquanto arrumávamos coragem para encarar, a nossa simpática garçonete sugeriu o prato do dia que, segundo ela, o pessoal estava lambendo os dedos, os lábios, os pratos e tudo que via pela frente…

Mudamos o curso de nosso desejo e abraçamos essa causa: tratava-se de uma suculenta peça de prime rib de vitelo assado, cujo suco do assado se mesclava indissociavelmente a um ultra cremoso creme de milho (assim no pleonasmo mesmo!) feito com cogumelos, folhas de alho-poró grelhadas, umas baby cenouritas e, cheio de mérito!!! A combinação era inusitadamente perfeita!!! Um encontro de um leve adocicado dos legumes com o salgado marcante do assado na medida certa… De comer ajoelhado e, constatar que lambemos tudo o que tem direiiiittto!!!! E com pena porque acabou…. Snif! Superb e superlativo, eu diria!!!

Queríamos pedir bis! Resistimos bravamente… Pois, como estávamos mal intencionados desde o começo, quando nossa garçonete veio nos oferecer entrada, recusamos para poder pedir dois pratos para compartir mais sabores… Aí, em seguida, não tinha como não pedir o super famoso hambúrguer que se auto-intitula Black Label Burger, um perfeito espécime de hambúrguer de carne maturada, com cebolas caramelizadas, acompanhado de batata frita per-fei-ta!!!

O complemento perfeito para um jantar memorável!

Só teve um defeito: não sobrou espaço para a sobremesa!! E bem que a nossa garçonete perguntou várias vezes durante o jantar se íamos querer o soufflé, pois demorava… Que arrependimento!…

Ainda sinto o cheiro e sabor daquilo que nunca provei. Aquele soufflé que apareceu na mesa do lado, justo quando estávamos de saída, que insistia em deixar a minha boca salivando, nunca sairá da minha memória!!! Era algo surreal aquele aroma perfumado de um chocolate que incendiava os nossos sentidos e balançava, com seu gingado sensual de passista de samba, tal qual uma perfeita gelatina…

Indubitavelmente, aquele soufflé não degustado irá me trazer à Nova York de volta!… Imprescindível!!!…

Enfim, apesar disso, a wonderful time!!!…

 

MINETTA TAVERN

113 MacDougal St. (ENTRE Betw. Bleecker & W. 3rd Street)

New York, NY

Tel. 212-475-3850 Fax. 212-387-0343

COMO CHEGAR

Bookmark and Share

2 comentários to “Minetta Tavern: a wonderful time em Nova York!”

  1. Parabens pelo “post” Queiro!!! Adorei!!!

  2. Miguy, Que legal. Olha, o jantar tava uma delícia.

Escrever um comentário

*