Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

Casa de Sorvete: o sorvete que Recife merece

(8 de maio de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

Recife agora tem o sorvete que merece!!!

É o Casa de Sorvete, um food truck de sorvetes artesanais e de sabores turbinados!!!

E sabe o que é melhor? Os sorvetes são especialíssimos, não levam gordura vegetal na composição. Toda a cremosidade e gordura necessárias (todo sorvete tem) é obtida com creme de leite e fibras.

E que sabores! O de doce de leite é excepcional, o de fragola, que é o morango italiano é um absurdo de bom! Daí a gente caminha para o de baunilha, com fava de baunilha de verdade, de chocolate, feito com chocolate belga. Todos absolutamente deliciosos!

Outra grande sacada é que os sorvetes de fruta são de fruta de verdade e não contém gordura vegetal, lactose, glúten ou corantes! Mais um ponto para eles nesses tempos de comida mais natural! A gente sente o sabor do sorvete de verdade!!!. Não é como muitos sorvetes industrializados por aí que só sobressaem a massa, a gordura usada na base e o corante e aromas artificiais… Logo, se vê que não estamos diante de coisa de amador!

O mestre-sorveteiro e proprietário do negócio, Márcio Coutinho, em pessoa, está lá, todos os dias, explicando tudo, com toda a sua expertise e autoridade de ter sido o mestre sorveteiro de grandes indústrias como a Kibon e a FriSabor. Todos os sabores são concebidos e desenvolvidos por ele com paixão na indústria que montou e que pretende expandir.

Mais que recomendo e celebro com entusiasmo a chegada de um sorvete que respeita o consumidor, o que ingerimos e reverencia o sabor como sendo um grande prazer a quem se entrega a ele!

 

CASA DE SORVETE

Rua Major Armando de Souza Melo, mais ou menos em frente ao número 400 (em frente ao supermercado Extrabom)

Setubal

Recife-PE

COMO CHEGAR

Vinícola Rio Sol leva medalha de ouro em grande concurso internacional de vinhos

(19 de abril de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

 

A Rio Sol acaba de conquistar mais seis medalhas na 15ª edição do Concurso Mundial de Bruxelas – etapa Brasil, um dos mais importantes concursos de vinhos e destilados do mundo. O evento aconteceu entre os dias 4 e 7 de abril, na cidade de Bento Gonçalves (RS), e contou com a inscrição de 186 amostras, oriundas de 40 vinícolas brasileiras. O concurso, que tem por objetivo promover o setor vitivinícola no País revelando os melhores rótulos, consiste em degustações às cegas realizadas por 22 jurados, entre sommeliers, enólogos e jornalistas. Nesta edição, onde o concurso registrou recorde em inscrições, a Rio Sol foi a empresa que mais conquistou medalhas, sendo uma Grande Ouro, três de Ouro e duas de Prata.

Lançado no final de 2016, o mais recente rótulo da Rio Sol, o espumante Rio Sol Brut Premium, já conquistou lugar de destaque na prova, recebendo a medalha de Grande Ouro. Elaborado a partir das uvas Arinto, Viognier e Touriga Nacional, o espumante destaca-se por ter um charmat mais longo a baixas temperaturas, além de nove meses de autólise em tanques e, a seguir, três meses de estágio em garrafa. Possui aspecto cristalino, com bolha fina e persistente, além de uma abundante coroa. Tem aromas complexos, sendo rico em notas florais, frutos secos, biscoito, cereal tostado e geleia de frutos brancos. Na boca possui boa mousse, é crocante, tem alguma untuosidade e volume.

Nas medalhas de Ouro conquistadas, os rótulos premiados foram o Espumante Rio Sol Brut Branco, o Vinho Tinto Rio Sol Premium (2013) e o Vinho Tinto Rio Sol Gran Reserva Touriga Nacional (2014). O Espumante Rio Sol Brut Branco é elaborado com uvas Syrah, sendo equilibrado, com boa acidez e ligeiro toque de frutos secos. Já o Vinho Tinto Rio Sol Premium, que antes era conhecido como Paralelo 8, é elaborado com um corte de Cabernet Sauvignon, Syrah, Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Aragonês e estágio de doze meses em barricas de carvalho francês. Tem boca volumosa e longa, com taninos bem sedosos e persistentes. O Vinho Sol Gran Reserva Touriga Nacional passa por nove meses de estágio em barricas de carvalho e é um vinho volumoso, com boa presença e final persistente. Ambos os tintos já haviam conquistado medalhas de ouro neste concurso em edições anteriores.

As duas medalhas de prata ficaram com os rótulos Vinho Tinto Rio Sol Gran Reserva Alicante Bouschet (2014) e o Vinho Tinto Rio Sol Syrah (2015). O Vinho Tinto Rio Sol Gran Reserva Alicante Bouschet passa por um estágio de nove meses em barrica de carvalho francês e é um vinho imponente, com uma boca marcante, volumosa e elegante. O Vinho Tinto Rio Sol Syrah, que faz parte da linha de varietais da vinícola, é um vinho delicado, com boa acidez e taninos elegantes.

 

 

Sobre a Rio Sol

A Rio Sol está localizada no Vale do São Francisco (PE) e pertence ao grupo português Global Wines, produtor de vinhos reconhecido no mercado mundial, com rótulos premiados entre os melhores da Europa. A vinícola possui 120 hectares de área plantada com produção anual de cerca de 1,5 milhão de quilos de uvas, brancas e tintas, de espécies como Cabernet Sauvignon, Touriga Nacional, Aragonês, Syrah, Chenin Blanc, entre outras. É a única vinícola, hoje, no mundo, a produzir duas safras de uvas por ano.

A indústria, localizada na mesma área, possui modernos equipamentos e utiliza tecnologia semelhante às outras vinícolas do grupo. A empresa produz cerca de dois milhões de garrafas de vinhos e espumantes, comercializadas em todas as regiões do Brasil. Mais informações no www.vinhosriosol.com.br

 

Comida di Buteco: vai começar o concurso de gastronomia mais famoso do Brasil

(17 de abril de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

LOGO

 

Vai começar o Concurso Comida di Buteco, que pretende levar quase 5 milhões de apaixonados por butecos às urnas dos mais de 500 concorrentes, em 20 cidades, para eleger o MELHOR BUTECO DO  BRASIL. A votação tem início em 14 de abril e vai até 14 de maio e já faz parte do calendário gastronômico do Brasil.

Em Recife, a eleição acontece de 14 de abril a 7 de maio e tem 25 botecos participantes, espalhados  em Recife, Jaboatão dos Guararapes e Olinda.

 

Assim, mais de 500 butecos, que criaram petiscos exclusivos, passarão pelo crivo do público e de um corpo de jurados, que vai eleger o melhor buteco de cada cidade participante.  Cada concorrente será avaliado em quatro categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida. O petisco leva 70%  do peso da  nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%.

 

O concurso Comida di Buteco foi criado em 2000, com a finalidade de resgatar e valorizar a culinária de raiz e os butecos espontâneos/tradicionais. Com a missão de TRANSFORMAR VIDAS ATRAVÉS DA COZINHA DE RAIZ – BUTECO EXTENSÃO DE SUA CASA ele completa, em 2017, 18 edições e se consolida como uma das mais importantes plataformas de fomento, valorização e exposição do buteco e da cozinha brasileira,  importante ícone de qualquer cultura nacional.

 

Os butecos selecionados para participar são classificados pela realização do concurso como “ESPONTÂNEOS”: é aquele lugar em que o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo a redes ou franquias. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes, outras pessoas da família do dono trabalham com ele.

 

Pioneiro nesse segmento, em 2016 inaugurou um importante marco na sua consolidação: tornou-se uma ELEIÇÃO NACIONAL, que a partir de então premiará todo ano o MELHOR BUTECO DO BRASIL, se consolidando como o único concurso nacional do gênero, que envolve toda a população das 20 cidades participantes.

 

Em junho, uma comissão de jurados escolhida, especificamente, para essa missão, vai visitar os 20 campeões de cada cidade para eleger o melhor dos melhores. É como se agora o Comida di Buteco tivesse duas etapas: eleição do melhor da cidade, envolvendo público e jurados. E a eleição do melhor do país, validada por outra comissão de jurados que não participou da primeira etapa. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do BRASIL.

 

Clique aqui e veja a lista dos botecos participantes na cidade de Recife e nas demais cidades.

 

Salvador: novo Mistura é lindo, sofisticado e delicioso

(29 de março de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

Eu vivo em Salvador! E Salvador vive em mim! É que um pedaço do meu coração vive lá… rsrsrsrs… Amoooo!

Claro, ampoule quando estou por lá, aproveito para ir conhecer as novidades… Dar um rolé gastrô…

Um dos lugares que eu amo é o Mistura. Aliás, o novo Mistura, da Avenida Contorno.

Eles têm um restaurante super tradicional de frutos do mar na praia de Itapoã (e ainda continua lá). Mas, resolveram dar uma guinada e transformar esse nome em sofisticação. Nasceu o novo Mistura, debruçado na Baía de Todos os Santos!

Gente, só de ir lá, já vale a pena, a começar pela vista esplêndida! É para ficar babando! E curtir o almoço ainda mais gostoso!

 

O lugar também recebeu uma aura mais sofisticada, bem diferente da pegada mais descontraída da matriz…

 

A cozinha também seguiu a mesma trilha e está arrasando!!! Sem tirar os olhos das origens de servir frutos do mar, eles deram uma guinada e trouxeram uma verve mais moderna e criativa, porém com fundamentos na cozinha clássica! Tornou-se mais vibrante, mais sofisticada, mais fora do óbvio e com pegada mais mediterrânea… E o que mais interessa: os sabores são incríveis!

Vieiras com creme de fava e foie gras. Mais parece uma pintura no prato! A eloquência da imagem, em detalhes tão bem planejados, quanto bem executados e saborosos! As vieiras, bem tenras e suculentas, contrastavam bem com a força do foie gras… Estupendo!

 

Depois que aporta na mesa, esse pout pouri de frutos do mar, apelidado de “festival mediterrâneo”, a gente corre para o abraço! Fritura leve e sequinha, bem crocante, bem ao estilo mediterrâneo… Show de bola!

 

Eu me dei super bem ao escolher o penne ao pesto de licuri (uma amêndoa extraída de uma palmeira brasileira) com camarões na manteiga de coral! Molho saboroso que vivifica ainda mais o prato.  Ainda com água na boca de lembrar… Estava simplesmente PER-FEI-TO!

 

 

O espaguete de frutos do mar que meu marido pediu, além de muito vistoso e perfumado, estava avassalador!

 

Ainda compareceu à mesa, camarões no Prosecco com um belo risoto de manteiga de trufa…

 

Cozinha leve, profissional, saborosa, moderna e criativa! Combinação perfeita que não seria possível sem o cenário de cinema da Baía de Todos os Santos! O salão é a cereja do bolo e a estampa perfeita para deixar tudo mais agradável ainda…

 

A julgar pelos pratos esmerados e bem servidos, profissionalismo e cortesia do bem executado serviço, conjugada com a estupenda vista de cair o queixo, o Mistura ficará sempre em mim, assim como Salvador!…

 

Preços: vieiras frescas 71,00; Spaghetti frutos do mar R$67,00; penne ao pesto de licuri R$ 76,00; risoto R$ 88,00.

Restaurante Mistura Contorno – Salvador
Reservas: 71 – 2137.0782
Fechado às segundas-feiras
www.restaurantemistura.com.br

Dali Cocina (Recife): a pedida do final de semana é vegetariana

(17 de março de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

É possível comer bem com sabor numa comida vegetariana ou vegana?

A resposta é sim! E o lugar é o restaurante Dali Cocina em Recife, onde vai acontecer o festival Veggie’s Life do dia 16 de março a 16 de abril.

Essa é uma grande sacada dos proprietários do restaurante que escalou o chef Robson Lustosa ou chef Robinho para os íntimos e tem o apoio de um dos melhores fornecedores de hortifruti da cidade, a CANTU!

Robinho,  meu velho conhecido, mais que admiro, por ter sido aluna de um dos mais brilhantes e envolventes professores que conheci. Ele conjuga, com humildade, o melhor de ser professor: ensinar, educar, conduzir, de construir e desenvolver competências e habilidades. Nas panelas, manda muito bem, fato traduzido num excelente menu apto a surpreender…

E mais: com sotaque gastronômico e criatividade nas alturas, ou seja, com a ousadia de conceber menus degustação compostos de entrada + prato principal + sobremesa, sendo que na hora do prato principal, o cliente pode escolher uma, entre duas opções oferecidas.

Pensando em que é mais firme na convicção, há o “menu vegetariano estrito”. Para quem se permite o consumo de leite e ovos, há o “menu ovolactovegetariano”…

Na opção ovolactovegetariana, uma entrada de “ravióli” de abobrinha com mascarpone, aspargos e feijão branco acompanhado de aspargos e molho de manjericão. Na sequência, o comensal pode escolher o polpettini de cogumelos ao creme de ervas OU a Kafta de lentilhas recheada de requeijão de corte com musseline de cenoura e vegetais assados. A sequência se completa com a maravilhosa tartalete de amêndoas e morangos ao creme de mascarpone.

 



Por fim, na opção “VEGETARIANO ESTRITO”, a brincadeira começa com os incríveis e deliciosos pasteizinhos ultra crocantes de cogumelos e algas com molho tofu que só pedem bis, seguidos da excelente paella de vegetais nobres como alcachofra, aspargos e abobrinhas OU o tartiflete de raízes com creme de ervas e arroz aos tomates com creme maçaricado de tofu. O chef entrega sua chave de ouro para fechar e abalar corações com o gateau feito do próprio cacau e bananas, nozes e avelã, com calda quente de caramelo e cacau.


 

Provei e aprovei todos os pratos, feitos com muito sabor e capazes de saciar até os paladares mais carnívoros como o meu! Tudo muito bem feito!

Os preços também são inacreditáveis!!! O menu com as três opções sai por R$ 59,90 sem bebida! Mas a proprietária só conseguiu essa proeza, graças à parceria com o fornecedor Cantu, a empresa que trabalha com produtos diferenciados de hortifruti.

Com um menu desses, posso sim me aventurar pelo universo vegetal sem sentir falta da carne! E você, vai experimentar e depois me conta tá!

 

Restaurante Dali Cocina

  1. Felíciano Gomes, 172 – Derby, Recife – PE, 52010-240

Telefone(81) 3231-4759

 

Horário de funcionamento:

domingo             12:00–16:00

segunda-feira   11:00–15:30, 18:30–22:00

terça-feira          11:00–15:30, 18:30–22:00

quarta-feira       11:00–15:30, 18:30–22:00

quinta-feira       11:00–15:30, 18:30–23:00

sexta-feira         11:00–15:30, 18:30–00:00

sábado                 11:00–15:30, 18:30–00:00

 

como chegar

 

*Estivemos na casa a convite dos proprietários para apresentar o novo cardápio para a imprensa.

**fotos: divulgação

Reteteu Comida Honesta, mas poderia ser comida com amor e acolhimento

(7 de março de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

 

O Reteteu é daqueles lugares que a gente tem que carregar na lembrança e no coração. O sobrenome, “Comida Honesta”, não revela a verdadeira face desse lugar. Aqui, melhor se adequaria a frase de Clarice Lispector: “pão é amor entre estranhos”… Ou mesmo, um capital humano que “cozinha valores”, para usar o dizer de Joan, Josep e Jordi Roca (ROCA, 2014, p. 14), os melhores chefs do mundo, com o restaurante El Celler de Can Roca.

O chef Thiago das Chagas conjuga tudo isso nas suas panelas, pois cozinha mesmo valores. Foi ele quem trouxe o movimento Slow Food para Recife, cuidou de uma ONG que abraçava o pequeno produtor…

Além disso, trabalhou com os grandes chefs da cidade (Duca Lapenda, Joca Pontes, Bar da Mira) e não se contentou.  Viajou o mundo e trabalhou em cozinhas verdadeiramente consistentes, a exemplo do trabalho com o famoso chef português, Nuno Barros, tanto em Portugal, como, em Londres, no aclamado (e estrelado) restaurante do mesmo chef, O Viajante. Passou ainda por cozinha de hotel, como Grande Real Santa Eulália, no Algarve.

Talvez por essa vivência, conseguiu perceber que cozinhava “servindo dos sentidos como mecanismo de desfrute”, como também diria Adoni Luiz Aduriz, outro gênio da gastronomia mundial… Surge a figura de um chef (novo) na cidade, intenso, em toda a sua plenitude, que cresce, porque põe à prova toda a sua biblioteca mental, de sabores acumulados.

Essa é a verve do chef, talvez ninguém nunca tenha parado para pensar… Mas, o sucesso desse restaurante, onde o sentido da palavra acolhimento encontra toda a sua força e eficácia, está nessa história! Tudo então impregnou-se no ambiente, na casa aconchegante com cara de quintal de infância, nos sabores servidos!

 

E que sabores! Comida com pegada nordestina, mas com um quê de sofisticação, sem, no entanto, parecer esnobe! Comida simples e nobre!

A começar pelos petiscos de entrada, tudo é envolvente e saboroso…

O pastel de caranguejo é indefectível! Mais que isso, que-massa-de-pastel-é-essa-pelo-amor-de-Deus?  Massa perfeita é a resposta!

 

 

Estupenda também é a coxinha de massa de macaxeira, recheada com costelinha bovina desfiada e maionese da casa… A massa é cremosa e derrete na boca! Nhac!

 

O caldo de feijoada também aportou majestoso e deixou saudades… O croquete feito das carnes da feijoada deixa tudo mais especial!

 

Nos principais recomendo com fervor o cupim de panela. Como explicar o sabor que não transcende para a fotografia? Só experimentando para chegar ao enlevo que acomete quem dele se delicia!!… É simplesmente de fazer chorar e agradecer a Deus tanta abundância de sabor, tantos dons concedidos a uma pessoa, para possibilitá-la transformar a Criação em alimento. E, alimento para a alma mesmo!

 

Os meninos da mesa foram de comida de guerra: galinha cabidela! Acompanhava-no favas muito bem feitas… Eles amaram!

 

 

E a gente fechou com chave de ouro e um sorriso: pudim de leite moça com calda de passa de caju! Um verdadeiro deleite! Sabor de casa, de infância, de família, de aconchego… O melzinho de passa de caju aqui, cai como um verdadeiro namoro com beijinho e abraço!

 

No final, só uma palavra: obrigada por cozinhar  emoções e acolhimento, por transformarem a Criação em alimento!

 

PREÇOS: Pastel – R$ 20,90; coxinha – R$ 7,50 ; caldo de feijoada – R$ 7,50; cupim R$ 29,00, para 1 e 56,90, para 2 – ; Pudim – R$ 9,00.

 

RETETEU COMIDA HONESTA

Rua Otávio de Freitas, 256, Encruzilhada Recife-PE

Fone: (81) 32044137 e (81) 9 9524 7720

Como chegar: vem  pela Avenida Norte, no sentido cidade-subúrbio, em frente ao Hospital Infantil Jorge Medeiros. Nesta primeira etapa está funcionando de terça a domingo, apenas para o almoço. Sempre cheio. Um restaurante que o blog aconselha com entusiasmo.

 

Airbnb apresenta suas Experiências mais desejadas

(20 de fevereiro de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

 

 

O Airbnb lançou uma novidade bombástica! Em novembro de 2016 lançou “Trips”,  onde é possível a seus usuários reservar, através da plataforma, além de hospedagem, também uma nova série de Experiências que vão além dos tradicionais passeios por pontos turísticos.

 

Nessas Experiências, os viajantes são conectados com os “anfitriões” locais. Aí é possível comprar uma experiência com um dos melhores sushiman de Tóquio ou um tradicional chapeleiro de Londres, para uma perspectiva única em passeios guiados por verdadeiros experts em suas áreas de atuação. Tem chefs, levando os viajantes a conhecer mercados, fazer comprar e depois cozinhar no seu restaurante, tem gente abrindo sua casa para um jantar exclusivo; é possível fazer uma expedição na Itália para caçar trufas…

 

Atualmente disponível em 12 cidades pelo mundo (Los Angeles, São Francisco, Miami, Detroit, Havana, Londres, Paris, Florença, Nairobi, Cidade do Cabo, Tóquio e Seul) o Trips chegará em 2017 também à América do Sul.

 

Mas, a novidade é que o Brasil está entrando na lista e, até o final do ano poderão ser reservadas por aqui Experiências em São Paulo e Rio de Janeiro, além da vizinha Buenos Aires.

 

Aí é que entra a sacada, pois os interessados devem colocar sua criatividade em alta rotação e inscrever suas ideiais na plataforma, que está recrutando brasileiros residentes nas duas capitais. Aqueles que gostariam de se tornar anfitriões e levar pessoas do mundo todo a conhecerem de perto aquele assunto pelo qual são apaixonados.

 

E, para servir de inspiração, o Airbnb levantou as Experiências de maior sucesso hoje na plataforma. Dados demonstram algumas tendências atuais entre os viajantes:

  • Cozinha. Experiências como a Sushi Science, guiada por um mestre de sushi em Tóquio, permitem aos viajantes absorver a cultura de uma cidade aprendendo a preparar a cozinha local.
  • Artes e Ofícios. Cada lugar tem seus artistas únicos, de músicos de vanguarda de Miami aos designers de tecidos em Florença. Experiências como O Perfumista em Paris permitem que os viajantes aprendam um ofício único na região.
  • Natureza. Não há um jeito melhor de conhecer um lugar do que explorando suas montanhas e florestas. Muitas das Experiências mais desejadas levam os hóspedes a trilhas escondidas e praias mais afastadas.

Para muitos viajantes, as Experiências oferecem a oportunidade de testar uma nova habilidade, como cozinhar ou praticar algo inédito. Para outros, é uma chance de conhecer pessoas, ou até mesmo para procurar novas atividades em um lugar onde já estiveram anteriormente.

 

Para se tornar um anfitrião de Experiências, os usuários devem amar sua cidade, ter amplo conhecimento na área que pretendem guiar e adorar receber pessoas. Para inscrever sua ideia basta acessar o link e preencher todas as informações no site do Airbnb: https://www.airbnb.com.br/host/experiences

E, se você for viajar, não esquece de dar uma checada no site do AIRBNB para ver se o seu destino já tem experiências disponíveis. quem sabe você não vai caçar trufas na Toscana? rsrsrs…

Filme sobre gastronomia e chefs pernambucanos ganha prêmio em Hollywood

(13 de fevereiro de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

 

Falar sobre um filme que acaba de ganhar um prêmio de Hollywood é tarefa difícil…

Isso mesmo, decease o filme BRASILEIRO, do cineasta Ricardo Rossi, “Atum, Farofa & Spaghetti”, acaba de ganhar o prêmio em HOLLYWOOD, de melhor de Melhor Filme em Língua Estrangeira no Hollywood International Independent Documentary Awards. E ainda está na final dos prêmios de Melhor Documentário em Língua Estrangeira; e Melhor Diretor em Língua Estrangeira, no London IFF 2017 – Internacional Filmmaker Festival of World Cinema, Londres, Inglaterra e Melhor Diretor em Língua Estrangeira no Director’s World International Film Festival (DWIFF), Nova Delhi, Índia.

Não é pouca coisa não! Genteeee, é HO-LLY-WO-OD!!!!. E o feito é para ser comemorado com muita vibração e entusiasmo! Principalmente porque o filme não só é brasileiro, mas é rodado em parte aqui em Pernambuco, trazendo toda a verve da gastronomia pernambucana, com registros muito legais de nossa cultura culinária.

A película traz a história dos chefs pernambucanos, André Saburó, Duca Lapenda e Joca Pontes, que vão atrás de suas raízes e influências culinárias. Joca, que trabalhou na França, no estrelado (1 estrela Michelin) restaurante parisiense, Ze Kitchen Galerie, recebe um convite para fazer um jantar brasileiro por lá e convida seus amigos também chefs, Duca Lapenda e André Saburó. Depois da França, seguem para a Itália, para conhecer a vibe italiana do chef Duca e as raízes ancestrais de Saburó!

O filme é em estilo road movie, ou seja, uma câmera na mão, sempre em movimento, de um lado para outro, acompanhando uma viagem. No caso, a viagem, ou melhor, a aventura dos três personagens em países de tanta profusão e diversidade culinária.

Mas, poderia ser também um reality show, por que não? Já que o diretor do filme deixou as coisas rolarem soltas, com os chefs bem à vontade, bem naturais, expressando opiniões, sentimentos verdadeiros (ansiedade, medo, alegria, emoção, expectativa de fazer o melhor) daquilo que estavam vivenciando… E, fazendo o que mais gostam: cozinhando! Mandaram muito bem nas panelas, nas criações. Aliás, arrasaram  na França e mostraram a todos, a sua arte e a potência dos sabores pernambucanos!! Fascinando a todos com seu talento, sua luz e seus encantos culinários!

Chefs artistas, que mandaram muito bem nas cozinhas por onde passaram, sobretudo, quando se tem em conta o fato de estarem cozinhando sob a pressão dos bastidores de um restaurante estrelado. Isso, na França, é algo que os brasileiros não podem mensurar… Parecia até que todos, os pernambucanos e os franceses estavam mesmo era se divertindo!  A sensibilidade do roteiro, quase em tom confessional, deixa aos espectadores, por outro lado, a face de que chefs são também pessoas normais, numa visão mais humanizada…

A sacada é mesmo genial, digna do prêmio que arrebatou (e de muitos outros que certamente virão), pois, além de conjugar o estilo road movie, com reality, é um documentário arrebatador sobre a gastronomia pernambucana, o trabalho desses incríveis chefs e a culinária dos países visitados, Japão, França e Itália!!França e Itália com sua devoção ao produto e à perfeição; Japão com uma relação com a comida quase sagrada…

Mais genial ainda já que se revela um milagre econômico e técnico. Primeiro porque custou, até o momento, apenas R$ 180 mil reais, o que é um orçamento muito baixo para filmes. Segundo, nas viagens, só contavam com os chefs e mais duas pessoas para filmar, conceber roteiro, pesquisar editar tudo! Apenas Riccardo, o cineasta-diretor-camera-roteirista-faz-tudo e sua assistente e também diretora de fotografia, Marina Brito.

A película é linda, a fotografia, delicada e primorosa, a trilha sonora, escolhida a dedo, com muita delicadeza, torna tudo muito, muito mais arrebatador. E, claro, enche qualquer pernambucano de carteirinha (como eu, rsrsrsrs…) de orgulho!!! Fiquei emocionada com tanta densidade e simbolismo, com a alma escancarada da culinária pernambucana.

Coisa de quem põe a alma e o coração no que faz… Esse “quem” é Riccardo Rossi, com quem tive o prazer  de bater um papo e ouvir mais sobre essa aventura. Ele é cineasta italiano, também produtor, diretor e  roteirista do filme. O trabalho é fruto de sua paixão por Pernambuco, dos tempos que aqui morou por 5 anos!…  E do desejo de documentar e revelar para o mundo essa irmandade entre chefs que só a locomotiva da gastronomia pernambucana tem. De documentar e expor quão vibrante e quanta diversidade há nessas paragens! Mais do que imagens fotogênicas, tudo é fornecido, não só por intuição e pelo “deixa as coisas rolarem”, mas, por entrega, paixão e fruto de intenso estudo  bem aprofundado sobre a gastronomia local!

Sempre tive em mente que as mãos de quem faz uma comida revelam o seu íntimo ser, as suas mais profundas emoções que, sim, podem ser transferidas para a comida. Mas, descobri que essa energia, essa luz também pode ser transmitida em filmes. Eu já assisti com exclusividade, mas espero que chegue logo às salas de projeção de todo o Brasil, para que todos possam conhecer esse primoroso trabalho e um pouquinho mais sobre a nossa gastronomia e esses brilhantes chefs!

 

Anna Paula Doceria: alta confeitaria criativa em Fortaleza

(10 de fevereiro de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

Poderíamos estar diante de qualquer vitrine de um famoso chef pâtisserie, hospital ou de uma loja de design…. Mas as obras de arte expostas têm a autoria da chef Patisserie Anna Paula Rezende.

Aqui, nada dialoga com o lugar comum ou com a mesmice, Os chocolates que chamam atenção na vitrine são pintados à mão, um a um, e, ousadia à prova, na frente dos clientes. É só dar sorte de chegar lá na hora do preparo. E eu dei essa sorte! E que sorte! Água na boca!

A sua vibe é contemporânea, mas com alicerce na clássica alta gastronomia francesa! Sua inventividade, com doses de inquietude extrapolam a fronteira do óbvio e criam sabores inimagináveis, em formas de chocolate que mais parecem peças de design! Algo para nos deixar em transe… rsrsrs…

Os recheios também são originais, e, alguns até exóticos! Agradam até mesmo o mais insosso, ou melhor, o mais aguado paladar!!! Tem os triviais, mas tem também o de cumaru, de lavanda, de caramelo salgado e outros, por onde a mente criativa da chef levar…

Os éclairs, ou num bom português, a bomba de chocolate, também são de tirar o fôlego, para que a indecisão tomasse lugar… São, na verdade, melodia doce e em nada devem aos bons éclairs franceses!!!

Também aportou na nossa mesa, a cheesecake de frutas vermelhas!

Mas, o que ficamos com uma pontinha de desejo de voltar foi porque não provamos os sanduíches salgados feitos de massa choux, a massa do éclair (bomba). Sabores de deixar com água na boca, como o de salmão, com creme azedo e rúcula ou o de rosbife com chimichurri e o de caponata com queijo gouda.

Autodidata e super simpáticaaaa, ela nos brindou com sua companhia agradável e vibrante e, acima de tudo, com seu talento demonstrado nos doces que cria!

O ambiente tem sua cara, é moderno, vibrante e de um bom gosto incrível!



Fortaleza é uma cidade que me surpreendeu na gastronomia. Mas, a maior surpresa foi a descoberta da chef e de seu primoroso trabalho!

 

Anna Paula Doceria Contemporânea

Onde: Rua Doutor José Lourenço, 1096 – Aldeota Fortaleza
Horários de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 13h às 18h.

Mais informações: 3181 9190 / 9921 2789 ou annapauladoceria@gmail.com

Aceita os cartões Master, Visa, Diners Club e Hiper

 

Hot Sun Food promete agitar a Pousada Praia dos Carneiros/Arikindá!

(20 de janeiro de 2017)


Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524

O agito do verão que promete mexer com a praia dos Carneiros é o Hot Sun Food,  que o virtuoso Chef Armando Pugliesi armou na Pousada Praia dos Carneiros/Arikindá, em parceria com Hugo Bahamondes e Dalina Martins, sócios da Pousada!

No quiosque montado na área da piscina da pousada, o chef faz milagre em termos de sabor e apresenta comidinhas que flertam com o casual e mesclam a pegada oriental, com passeio por sabores brasileiros e peruanos. Além disso, ele prepara e drinks pra lá de refrescantes à base de vodka hot brand (marca quente, top), Grey Goose, gin ou campari citrus!

Cozinha direta, leve, lúcida, feita para desfrutar, onde não há necessidade de complicar as coisas para ficar encantado. E, acima de tudo, criações além do visual, dotadas de adjetivos saborosíssimos!!

Experimentamos a versão das ostras gratinadas com gorgonzola e outra em tempurá, com molho teriaki. Estas últimas, eu morreria por um balde delas! Carambaaa!

No estilo tudo-a-ver-com-praia e a-cara-do-verão, o chef aposta no POKE, nascido no pós-praia do Hawai, é febre por lá, ganhou a Califórnia e depois, de lá, o mundooo, tornando-se  virou a a mais nova moda e mania sobretudo, em balneários… Em São Paulo em Porto Alegre, por exemplo, inclusive, já há casas especializadas em POKE… Pugliesi é, portanto, o primeiro a fazer aportar a mais nova moda culinária!  Literalmente significa peixe cortado. É um prato leve, feito de peixe cru, marinado, servido em tigelas, com ou sem arroz japonês e com alguns recheios, como abacate, tomate…

Nas versões do chef, com shoyu e óleo de gergelim, gengibre, cebolas roxas e gergelim, vem com arroz de sushi embaixo e os “recheios” são de manga, abacate e pepino e cobertura de alga nori e crispy de batata doce! Em outra variante, pode-se optar pelo molho citrus apimentado e outros recheios como cenoura e tomate, além das opções de cobertura de amendoim, cream cheese e maionese. Só posso dizer que o prato tinha muita categoria e era um hip hop viciante! Viva o POKE!  Quem a quer aí quer um pra experimentar, levanta a mão?

O naipe do chef é atestado nas vistosas chapas. À nós, coube nos deliciarmos com o indefectível camarão num molhinho de shoyu e manteiga de alho, acompanhado de arroz japonês frito e farofinha de coco! Se preferir, há a alternativa de ser preparada com carne, lagosta, salmão ou atum… Show! Incontestável!

Tudo está a altura do que o chef executa. Mas há ainda outros hits, como os ceviches, os tartares de atum ou salmão, os “flats” (massa de pastel frita com recheio de bobó, moqueca de peixe, filé com gorgonzola e lagosta na manteiga de alho). Ah, e tem sushis e sashimis também!

E o melhor, é aberto ao público! Boa dica para quem está na Praia dos Carneiros hospedado ou veraneando no balneário! Outra opção também para quem chega de lancha, vindo das outras praias!…

Se você é do tipo que adora descobrir lugares e novidades, anote aí esse! Então, fica entre nós, se valesse uma dica única da Praia dos Carneiros, seria o Hot Sun Food! E um sorriso eterno no rosto!

HOT SUN FOOD – POUSADA PRAIA DOS CARNEIROS/RESTURANTE ARIKINDÁ

Via Litorânea dos Carneiros, s/n, Sítio Arikindá dos Carneiros

Praia dos Carneiros – Tamandaré – Pernambuco

FONE: (81) 3676.1342 e (81) 9245.9606

http://www.pousadapraiadoscarneiros.com.br/o-restaurante/arikinda/

*Estive no restaurante a convite da Pousada.



Warning: Use of undefined constant user_level - assumed 'user_level' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/temperesv/temperesuaviagem.com.br/wp-content/plugins/ultimate-google-analytics/ultimate_ga.php on line 524